Arquivos de Tags: resiliência

O grande empreendedor sabe se dar ao respeito – mas também sabe a hora de se desrespeitar um pouquinho

O empreendedor precisa estar pronto para ser seu melhor amigo - e seu pior inimigo.

O empreendedor precisa estar pronto para ser seu melhor amigo – e seu pior inimigo.

O empreendedor precisa ter grande respeito por si mesmo. A primeira admiração e a primeira confiança que ele precisa conquistar são as dele mesmo. Ele vai precisar muito desse apoio interno – de si para si. É nesse foro íntimo, mais do que em qualquer outro lugar, que reside tanto a energia para ir adiante, superando qualquer adversidade, quanto as bananas de dinamite que podem botar tudo abaixo, inclusive bons projetos em curso.

Será preciso ter autoestima para acreditar em si mesmo, no seu potencial, na sua própria capacidade – especialmente naqueles momentos em que ninguém mais à volta aposta um centavo na sua visão ou na sua capacidade de executá-la bem.

Será preciso fé – a capacidade de acreditar em algo que não é possível provar, de acreditar no próprio taco, de ir adiante munido apenas da intuição de que as coisas darão certo e de que há momentos na vida em que é preciso crer para ver.

Isso é convicção em si mesmo e nas próprias ideias. Isso é respeito por si mesmo. Continue lendo »

Você já realizou um sonho hoje?

Sonhos não se realizam - nos é que os realizamos. Ou: quanto você caminhou hoje na direção de si mesmo?

Quantos passos você dá por dia na direção do seu sonho? Quantos passos você deu hoje? Quantos deu ontem? Quantos dará amanhã?

É preciso caminhar todo dia na direção daquilo que você quer de verdade. Não importa qual seja o seu sonho. Nem de onde você está partindo. Importa você ter clareza do que quer. E caminhar em direção a isso. Um passo todo dia, sempre na mesma direção, um dia após o outro, com tino, foco e resiliência.

A vida já deve ter lhe ensinado: as coisas dificilmente vem até você – especialmente aquelas que você mais deseja. É preciso ir até elas. E elas quase nunca estão próximas, ao alcance da mão – especialmente aquelas que você mais deseja. Então é preciso caminhar. Muitas vezes, dezenas de quilômetros – que você jamais vencerá se não tiver o denodo, a paciência, a perseverança de avançar alguns metros todo dia. E essa contabilidade tem que ser diária. Afinal, o que não vira rotina também não vira prioridade. Você jamais terminará aquilo que nunca se dispõe a começar. É preciso inspiração e é preciso energia para transformar suas visões em obra concreta. Imaginar é ótimo. Mas erigir com tijolo e cimento, e não só com sinapses, é muito melhor. É isso que diferencia meninos (e meninas) sonhadores de homens (e mulheres) realizadores. Uma coisa é o plano, o projeto, a ideia. Outra coisa é a obra. Continue lendo »