A diferença entre controlador e centralizador

Controle. Mas não centralize.

Controle. Mas não centralize.

Estar no controle não significa centralizar.

Estar no controle é preciso. É o que os americanos chamam de estar “on top of the things”. Significa saber o que está acontecendo, saber do que você está falando. Ora, se você é cobrado pelos resultados e pelos processos, tem que cobrar resultados e processos. Se você é perguntado sobre coisas, tem que saber dessas coisas, tem que ser constantemente informado sobre elas. Se você tem que entregar o bastão bonito e polido para alguém, alguém tem que passar o bastão bonito e polido para você. Então ter controle é uma prerrogativa e uma obrigação do gestor.

Outra coisa é centralizar. Centralizar é a forma mais pueril e não sofisticada de exercer o controle. Significa fazer você mesmo. E que só pode ser feito do seu jeito – se não for, está errado. Significa puxar tanto a coisa toda para você, por insegurança, por falta de confiança nos outros, que você mesmo acaba fazendo o trabalho dos outros. Sua vida, como centralizador, vira um inferno. E de quem trabalha com você também. Centralizar é operar o controle de forma malfazeja, impondo a sua subjetividade ao redor com a única válida, matando a criatividade e as contribuições do time. O controlador só quer se sentir no controle. Já o centralizador não abre mão de se sentir como um mestre de marionetes, de tomar pessoalmente todas as decisões, de ver seu próprio carimbo estampado em tudo que passar remotamente próximo da sua área.

O controlador tem boas chances de aprender a arte da gestão – que é gerar resultados por meio do trabalho dos outros. O centralizador é, no fundo, um profissional que, por mais que seja promovido, nunca deixou de usar as mãos, de atuar na operação, no plano tático. É um cara que, no fundo, se recusa a operar na ponta da estratégia. E deixa de fazer o que deveria fazer: liderar, inspirar, motivar, indicar o caminho e deixar o trabalho florescer à sua volta – marca exclusiva dos grandes executivos.

 

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>